Segunda-feira, 4 de Agosto de 2014

Desta vez não pintei... fui pintada!

Faço questão de vos mostrar... algo que muito apreciei... É uma obra de Arte. Uma pintura. Mas desta vez não fui eu quem pintou. Foi o meu amigo e pintor Jorge Rodrigues. No final, ofereceu-me o quadro, depois de o ter exposto na Casa da Guia.

E porquê? Bem, obviamente em nome da nossa amizade... mas a razão principal é porque a obra em questão é um retrato meu... E confesso que gostei mesmo muito.

Agora, o quadro de 100 x 70 cm está na minha sala...

Obrigada, Jorge! Tens um talento incrível! Adorei! Mesmoooooo!!!!!!

 

Obra de Jorge Rodrigues (que me retrata), 100 x 70 cm, acrílico sobre tela, datado de 2014

(fotografia de Flora Rodrigues)

publicado por Sara V. às 01:30

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 3 de Agosto de 2014

Depois... exposição na galeria da Casa da Guia

De 1 a 8 de Junho, a exposição de Arte ALL TO YOU permaneceu na Casa da Guia (Cascais), desta vez dentro da própria galeria daquele espaço. Assim, durante 1 semana, obras dos 23 artistas selecionados estiveram disponíveis ao público... Obras de: (Pintura), Alves Dias, Anacleto, Carlos Godinho, Filipa Raposo Cordeiro, Jorge Bandeira, Jorge Rebelo, Jorge Rodrigues, José Augusto Coelho, Luísa Horta, Luísa Real, Luz Henriques, Mafalda D’Eça, Nuno Calado, Pedro Charters d’Azevedo, Renato Rodyner, Sara Vieira (Pintura & Ilustração), Sílvia Marieta, Vítor Moinhos, (Escultura) Carlos Mendes, Clo Bourgard/Wilson Galvão, Hans Varela, José Rodrigues, José Wanzeller, Moisés Preto e Raquel Taquelim.

publicado por Sara V. às 05:32

link do post | comentar | favorito
|

E foi assim a festa da ALL TO YOU

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  

 

  

 

  

 

 

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por Sara V. às 05:13

link do post | comentar | favorito
|

Lançamento da ALL TO YOU na Casa da Guia (Cascais)

A festa de lançamento da ALL TO YOU, decorreu no dia 31 de Maio na Casa da Guia, em Cascais.
Ajudei a organizá-la, expus e os filhotes passaram modelos:)

Assim, teve lugar uma exposição coletiva de pintura e escultura com artistas plásticos de renome – (Pintura) Abel Grade, Alves Dias, Anacleto, Carlos Godinho, Filipa Raposo Cordeiro, Jorge Bandeira, Jorge Rebelo, Jorge Rodrigues, José Augusto Coelho, Luísa Horta, Luísa Real, Luz Henriques, Mafalda D’Eça, Nuno Calado, Pedro Charters d’Azevedo, Renato Rodyner, Sílvia Marieta, Sara Vieira (Pintura & Ilustração), Vítor Moinhos, (Escultura) Carlos Mendes, Clo Bogart, Hans Varela, José Rodrigues, José Wanzeller, Moisés Preto e Raquel Taquelim.

Também decorreu um desfile de moda de senhora, adolescente e criança; bem como um desfile de profissões. Foi servido um cocktail e houve música com o D.J. Nuno Marques.

Tivemos, ainda, o prazer de contar com a presença do cantor Neal Romano, que finalizou o nosso evento cantando alguns temas do seu segundo álbum “Morro de Paixão”, com ritmos afro-latinos-dance-pop, prestes a ser lançado pela editora Pedra de Toque.

De referir, igualmente, que a ALL TO YOU apoia as causas solidárias e neste evento colaborou com a instituição “Aldeias de Crianças SOS “, cuja causa lhe pareceu (e parece) mais do que merecedora.
publicado por Sara V. às 05:12

link do post | comentar | favorito
|

4º ARTEFLASH em "A Galeria" no Parque das Nações (Lisboa)

 

 

      

 

    

 

  

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por Sara V. às 04:09

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 21 de Maio de 2014

4º ARTEFLASH na "A GALERIA"

Dia 29 de Maio, quinta-feira, pelas 18.30h, estão todos convidados!

A "a Galeria" (Via do Oriente, 5.02.02.E_loja2 Parque das Nações, Lisboa) vai celebrar 2 anos e 2 meses de existência no seu 4º ARTEFLASH, onde a ARTE será "o Movimento" deste momento único de partilha…

Um ARTEFLASH onde a Harmonia e o valor do espaço, explorado em forma de comentário visual ou mesmo de crítica, acentua o entendimento da nossa realidade e da relação entre as diferenças entre uns e outros, numa linguagem única de partilha.

Contamos com TODOS, para festejar este ARTEFLASH, carregado de um "sentimento" muito especial, bem expresso pelos artistas que participam nesta exposição colectiva: António Matias, Fernando Cabral, Fernando Salvador, Jorge Rodrigues, José Rodrigues, Luísa Castelo dos Reis, Luís Sabino, Nini Costa Pereira, Sara Vieira, Tim Madeira e Mafalda Afonso (revelação Arteflash).

INAUGURAÇÃO _ 29 de Maio (5ªfeira)
18:30 - Porto de Honra
20:00 - Momento "Arte em Movimento" com a Plenty Vision e os seus convidados: 
Teatro
Encenador: Miguel Fonseca
Cantora: Raquel Ramos
Rapper: Samuel Santos
Saxofone e Multimédia: Bruno Araújo
Palhaço Pop: António Neto
Atores: Armando Miranda e José Diego Gomes
Dança
Coreógrafa: Eva Vieira de Almeida
Bailarinos: João Kira; João Conde; Nuno Moniz; Mariana Figueiredo; Margarida Figueiredo; Sara Figueiredo; Sofia Robalo; Bárbara Sousa; Marta Morais; Joana Oliveira; Sofia Oliveira; Andreia Santos; Beatriz Lisboa
21:00 - Encerramento

29 de Maio a 14 de Junho
Horário de Visita das 11h às 18h (não encerra Hora de Almoço)

publicado por Sara V. às 01:07

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 15 de Outubro de 2013

IV Feira d'Arte Contemporânea da Amadora 2013

Decorreu nos passados dias 11, 12 e 13 de Outubro de 2013 a IV Feira d'Arte Contemporânea da Amadora... Mais uma vez, estive presente, no stand 25 que partilhei com a amiga e pintora Mafalda d'Eça.

 

publicado por Sara V. às 23:56

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 9 de Dezembro de 2012

Exposição rumou a Sotteville-les-Rouen

A exposição colectiva do Círculo artístico e Cultural Artur Bual em que participo rumou a nova cidade em França... De Paris partiu para Soteville-les-Rouen, aproximadamente a 120 km da capital francesa, onde se inaugurou a 28 de Novembro... ficará lá até ao princípio do novo ano. 

Portanto, a minha obra está agora em Rouen...

       

 

 

          

publicado por Sara V. às 03:28

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 24 de Outubro de 2012

Como foi a inauguração em Paris...

Aqui ficam algumas fotos da inauguração da Exposição Coletiva do Círculo Artístico e Cultural Artur Bual no Consulado de Portugal em Paris, em que participei com uma obra...

 

 

 

    

 

 

    

 

    

 

 

 

publicado por Sara V. às 03:48

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 23 de Outubro de 2012

Exposição em Paris

De 19 de Outubro a 20 de Novembro de 2012, estou representada com uma obra na Exposição Coletiva do Círculo Artístico e Cultural Artur Bual, no Consulado de Portugal, em Paris.

 

 

O Cônsul Geral de Portugal em Paris
tem a honra de convidar V.Exa. para a inauguração
da exposição de pintura coletiva do
Círculo Artístico e Cultural Artur Bual
Sexta-feira, 19 de outubro às 18h30
Exposição aberta ao público até 20 de novembro 2012
De segunda a sexta-feira das 9h às 17h
Consulado Geral de Portugal em Paris - 6, Rue Georges Berger – 75017 Paris


 

ARTISTAS PARTICIPANTES:
Abílio Febra, Adão Rodrigues, Alves Dias, Ana Cassiano, António Galvão, António Moreira, Artur Bual, Artur Nogueira, Carla Rondão, Carlos Alexandre, Carlos Godinho, Carlos Marques, Costa Camelo, Cristina Cosme, Custódia Bota, Denise Moreira, Eduardo Nascimento, Eleitão, Fernanda Páscoa, Firmo Silva, Hélio Cunha, He

lena Justino, Hélio Cunha, João Carvalho, João Moniz, João Ramalho, Joaquim Carvalho, Jorge Bandeira, José Augusto Coelho, José Padua, José Raimundo, José Ruy, Khris, Laranjeira Santos, Ludgero Rolo, Luís Fernandes, Luís graça, Luís Rodrigues, Luís Teixeira Alves, Luísa Real, Mafalda D'Eça, Manuela Jardim, Margarida Andrade, Margarida Jardim, Maria José Ferreira, Maria Graciosa, Miguel Braz, Rui Godinho, Sara Vieira, Sílvia Neto, Theys Willemse, Victor Lages, Vítor Zapa, Vitoralves, Xicofran.
publicado por Sara V. às 15:46

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 15 de Abril de 2012

Até dia 23 de Abril...

Desde dia 13 de Abril que NA GALERIA DA JUNTA FREGUESIA DE CARNIDE - LISBOA está patente ao público a EXPOSIÇÃO COLECTIVA "CARNEDI' ART - PINTURA CONTEMPORÂNEA", em que participo. Podem visitá-la até dia 23 de Abril.

APAREÇAM. SÃO BEM-VINDOS!

publicado por Sara V. às 23:42

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Domingo, 18 de Março de 2012

Dia 31 inaugura na Galeria Vieira Portuense...

Eu participo com uma obra:)
publicado por Sara V. às 02:52

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 7 de Março de 2012

Exposição do Círculo Artístico Artur Bual em Sintra

Até dia 26 de Março de 2012 estará patente ao público uma exposição colectiva de artistas do Círculo Artístico Artur Bual na Casa do Eléctrico /Vila Alda, em Sintra. Participo com uma obra. Assim, quem quiser espreitar ainda vai a tempo...
publicado por Sara V. às 20:14

link do post | comentar | favorito
|

Em Montemor-o-Velho

Inaugurou no passado dia 18 de Fevereiro a exposição colectiva "1ª Arte Expo de Montemor-o-Velho", em que também participo com uma obra... A exposição acontece na galeria municipal do concelho.
publicado por Sara V. às 20:14

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 17 de Novembro de 2011

Exposição Internacional de Arte (Porto)

A GALERIA VIEIRA PORTUENSE convida V. Ex.ª para a inauguração da EXPOSIÇÃO INTERNACIONAL DE ARTE a ter lugar pelas 16 horas do próximo dia 19 de Novembro, no Largo dos Lóios, 50, da Cidade do Porto. “A arte é uma forma de expressão que não conhece fronteiras e que une os pólos sejam de que latitudes forem. Desde a sua fundação que a Galeria Vieira Portuense tem as portas abertas a todos os artistas e a todas as sensibilidades venham de onde vierem. A Exposição Internacional de Arte que ora temos patente ao público é disso um bom exemplo. Com efeito, mostramos aqui uma variada gama de sensibilidades, de estilos e de técnicas, a dar nota do que se vai fazendo no campo das artes plásticas por várias partes do mundo. Não é uma meta. É, outrossim, uma etapa num percurso que pretendemos para esta galeria e que nos há-de levar a aprofundar, cada vez mais, o mundo da arte contemporânea.” Terei uma obra exposta e estarei presente na inauguração...
publicado por Sara V. às 12:32

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Em Beja

Inaugurou a XVII Galeria Aberta | Sábado - dia 12 de Novembro | 15h30 | Escudeiros - Galeria Municipal | Rua dos Escudeiros nº 30, 7800 Beja O Município de Beja convida a visitar mais uma edição da Galeria Aberta que estará patente até 30 de Dezembro. Promover um encontro de artes e artistas das mais diversas áreas como a Pintura, Escultura, Desenho, Gravura, Serigrafia e Fotografia é o principal objectivo deste certame que vai já na sua 17ª edição e reúne este ano mais de três centenas de participantes. Contamos consigo! Eu participei com uma obra...
publicado por Sara V. às 12:27

link do post | comentar | favorito
|

I Salão Internacional de Arte do Alto Alentejo

Inaugurou no passo dia 8 de Outubro, no Centro Cultural de Sousel, o I Salão Internacional de Arte do Alto Alentejo, organizado pela Galeria Vieira Portuense. Em exposição estão obras de Pintura / Escultura / Fotografia / Gravura de 180 artistas vindas de todos os cantos do globo. Eu participo nesta mostra que só termina no dia 20 de Novembro. Sousel tem vindo a afirmar-se como a capital da cultura do norte alentejano. Se puderem e quiserem não deixem de visitar!
publicado por Sara V. às 12:19

link do post | comentar | favorito
|

"Estou" no Brasil

Pela segunda vez este ano, participo numa exposição colectiva internacional no Museu de Artes de Montenegro, Rio Grande do Sul, Brasil. A exposição, cuja curadoria é de Kim Molinero, conta com artistas de vários países, e encontra-se a decorrer e assim permanecerá até Dezembro...
publicado por Sara V. às 12:18

link do post | comentar | favorito
|

II Feira d' Arte Contemporânea da Amadora 2011

Do passado dia 7 ao dia 9 de Outubro, decorreu, no jardim da Amadora, a II Feira d'Arte Contemporânea da Amadora 2011. A Feira foi organizada pelo Círculo Artístico Artur Bual e pela autarquia local e reuniu cerca de 80 artistas (pintores, escultores, fotógrafos). Eu estive presente, num stand que partilhei com a minha colega Luísa Real. O certame foi um sucesso e esperamos que tenha continuidade, apesar da crise e nos cortes orçamentais volumosos aos projectos culturais. A Arte saiu à rua e passei momentos muito interessantes/divertidos de interacção com o público, colegas e amigos. Deixo-vos um "cheirinho" do que foi... Espero que gostem!
publicado por Sara V. às 12:05

link do post | comentar | favorito
|

Espaço +

Outra exposição em que participei foi uma colectiva do Cìrculo Artístico Artur Bual, no "Espaço +", em Aljezur, neste Verão passado...
publicado por Sara V. às 11:26

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 18 de Abril de 2011

Ao redor do Touro II

Em Sousel, mais concretamente no Centro Cultural de Sousel,  sob o patrocínio da Câmara Municipal, será inaugurado o 2.º ENCONTRO INTERNACIONAL DE ARTE AO REDOR DO TOURO, pelas 16 horas do próximo dia 21 de Abril do corrente ano de 2011.
A organização é da Galeria Vieira Portuense.
E eu participo com uma obra...
Apareçam e/ou visitem esta exposição que conta com muitas obras de muitos artistas nacionais e internacionais!
publicado por Sara V. às 10:00

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 15 de Abril de 2011

Ajuda com a tua Arte as Amigas do Peito

 

Decorreu no passado dia 13 de Abril, por volta das 18h, no Piso 2 do Hospital de Sta. Maria (Lisboa), a inauguração da exposição "Ajuda com a tua Arte as Amigas do Peito". Uma exposição que continuará patente ao público e que reúne obras de dezenas de artistas, prontas para serem adquiridas a preços muito convidativos e cujas verbas reverterão para a associação Amigas do Peito, uma entidade que auxilia mulheres que sofrem de cancro da mama.

Passem por lá!

publicado por Sara V. às 10:00

link do post | comentar | favorito
|

Mais uma lembrança... (esta em video)

 

Este video foi realizado pelo artista Armando Magno. E mostra muito bem uma boa parte do que se passou na Artshow 2011, na Fil do Parque das Nações (Lisboa), entre os dias 7 e 10 de Abril. Da minha parte, asseguro-vos que passei excelentes momentos.

 

publicado por Sara V. às 00:39

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 14 de Abril de 2011

Artshow 2011 na Fil... Minhas recordações

publicado por Sara V. às 18:00

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 16 de Fevereiro de 2011

Eu vou...

 

http://artshow2011.webnode.pt

 

Confirmo-vos que fui seleccionada para a ARTSHOW 2011 - 1ª edição, que irá decorrer na FIL (Feira Internacional de Lisboa), no Parque das Nações, de 7 a 10 de Abril.

Serei uma das artistas presentes, num novo evento que se espera abraçar a Arte e criar mais oportunidades a artistas nacionais em diversas fases de carreira.

A ARTSHOW tem como comissário o artista plástico Luís Fernando Graça e contará com 50 stands de artistas, onde poderão apreciar PINTURA, DESENHO e ESCULTURA.

Será, pois, com todo o prazer que lá esperarei a vossa visita quando a hora chegar!

 

Sara Vieira

publicado por Sara V. às 09:30

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 4 de Janeiro de 2011

What do you want for this Christmas?

"What do you want for this Christmas?"

Acrílico sobre tela (duas telas sobrepostas)

30 x 40 cm

2010

Sara Vieira

 

Alguns pormenores...

 

 

 

Acabadinho de fazer no fim de Dezembro.

E teve imediatamente dono...

 

publicado por Sara V. às 18:38

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 22 de Dezembro de 2010

Os meus 10 x 15

"Rock me baby"

Acrílico e fita sobre papel de aguarela

10 x 15 cm

2010

Sara Vieira

 

 

"Earth"

Acrílico sobre papel de aguarela

10 x 15 cm

2010

Sara Vieira

 

 

"I see you I"

Acrílico sobre papel de aguarela

10 x 15 cm

2010

Sara Vieira

 

 

"I see you II"

Acrílico sobre papel de aguarela

10 x 15 cm

2010

Sara Vieira

 

 

"Woman in black"

Acrílico, fita e bijutaria sobre papel de aguarela

10x15 cm

2010

Sara Vieira

publicado por Sara V. às 12:47

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 17 de Dezembro de 2010

Novo reconhecimento

 

"Alma Ibérica II - As fronteiras do Iberismo"

Acrílico sobre tela

100 x 81 cm

2010

Sara Vieira

 

Soube hoje mesmo, que esta minha obra ganhou o 1º Prémio - Grau Platina, na exposição "Art'Inata" em que participou na Nazaré, este ano, entre outras obras de 36 diferentes artistas.

Estou contente...

publicado por Sara V. às 19:37

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 14 de Dezembro de 2010

Arte 10 x 15

Realiza-se no próximo dia 15 de Dezembro, entre as 12h e as 14.30h, na Galeria da Casa Pia, em Lisboa, a primeira edição da exposição de "Arte 10 x 15" (cm). Esta tem como objectivo a angariação de fundos para o crescimento artístico dos estudantes daquela instituição e, também, a difusão da Cultura.

 

Para o efeito, foram convidados vários artistas a realizarem obras dessa pequena dimensão, alguns já consagrados, outros emergentes... Os trabalhos foram realizados nos mais diversos materiais, com imaginação e carinho.

 

Cada obra estará à venda por 5 euros, no referido horário até dia 17.

Assim, já sabe, se quiser ajudar, só tem que se dirigir ao local e comprar arte de pequeno formato por aquele preço simbólico.

Todas as obras estão assinadas por trás, para que compre a que mais gostar na realidade e porque a ideia não é comprar pelo nome do autor, mas sim ajudar os casapianos e "respirar" Arte!

 

Eu juntei-me à causa... Fiz alguns trabalhos que estarão em exposição... Mas não vai saber se são meus, só se os escolher!!!

Por isso, não vou mostrá-los antes da exposição terminar...

 

Vamos ser solidários nestes tempos de crise, mostrar espírito natalício (que bem é preciso durante o ano inteiro)...

 

publicado por Sara V. às 09:30

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 13 de Dezembro de 2010

O jantar de Natal de Artistas 2010

Aqui ficam as imensas fotos que vários artistas tiraram no nosso Jantar de Natal (a Maria Tereza, o António Dulcídio, eu própria), reunidas num slide feito pela Maria Tereza, para todos mais tarde recordarmos...

 
 
 
publicado por Sara V. às 02:58

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 10 de Dezembro de 2010

Jantar de Artistas

Hoje, sexta-feira, dia 10 de Dezembro, vai acontecer em Lisboa o Jantar de Natal de Artistas (a grande maioria da Galeria Aberta.com).

Vamos confraternizar, rir, falar, papar muito e bem... e trocar prendas. Prendas que são obrigatoriamente feitas por nós e com um tamanho pré-estabelecido.

Eu fiz este quadro... A primeira prenda de Natal que irei dar este ano. Espero que quem o receba goste. Fiz com carinho e com o tal espírito natalício (que para mim deve ser vivido todo o ano e não apenas na quadra natalícia).

 

 

"A menina dança?" (neste Natal...)

Acrílico sobre tela, com texturas diversas *

30 cm x 40 cm

Sara Vieira

2010

  

 

* As texturas nas fotos não se notam bem, mas são duas diferentes e ambas no vestido da figura

publicado por Sara V. às 00:08

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 7 de Dezembro de 2010

Pelas Amigas do Peito

Pintei esta obra por uma causa solidária. Vou doá-la às Amigas do Peito.

Em princípio, integrará uma exposição no próximo Abril, no Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

Desta vez, é pela luta contra o cancro da mama, que todos os anos atinge uma quantidade absurda de mulheres.

Mas qualquer forma de cancro é digna da minha atenção. Até porque convivi com familiares que lutaram contra essa doença e tenho noção da dor, sofrimento e tortura psicológica que pode causar. A minha avó teve um linfoma, a minha sogra cancro no estômago, o meu primo cancro no pâncreas...Contudo, nunca se deve perder a fé. E há que continuar a pensar positivo e - caso possível - aproveitar ao máximo cada dia.

Orgulho-me da força com que vi estas três pessoas a lutarem. E é assim que tem que ser!

Com esta obra quero passar uma mensagem de esperança, de boas vibrações, boa energia. Quero transmitir aquele lugar comum de que há sempre uma luz ao fundo do túnel. Porque acredito que há e aos doentes faz-lhes bem rodearem-se de pensamentos positivos.

No caso específico do cancro da mama, mesmo depois de se ganhar a batalha, há mulheres que se sentem mal por lhes ter sido amputado o peito. Não quero que se sintam assim, quero que pensem que são mais do que um corpo. Principalmente, são uma alma, um espírito, um ser humano. A beleza ou a falta dessa reside nos olhos com que se vê, na forma de olhar. São mulheres bonitas e com muito para dar ao mundo, aos filhos, maridos, namorados, familiares, amigos... E digam o que disserem, a beleza interior é sempre a mais importante. E essa só lhes é roubada se o permitirem. Não deixem! Inundem-se de boas energias, façam o que as faz felizes, desfrutem a Vida.

 

 

"Pure Colour"

80 cm x 60 cm

Técnica Mista (acrílico e colagem) sobre tela

2010

Sara Vieira

  

Alguns pormenores...

 

 

 

publicado por Sara V. às 15:44

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Excelente novidade

E tenho uma surpresa para vos contar... Surpresa essa que a mim também me surpreendeu mas que me fez super feliz!

Termino o ano artísticamente muito contente, uma vez que fui distinguida com o 2º prémio - Menção Honrosa Grau Ouro na exposição "AlportelArte'10", entre 24 artistas! É isso, a minha obra "A Voz do Povo" foi premiada!

Não acham uma excelente novidade?! Eu achei... Hum... soube a prenda de Natal!

 

 

 

 

"A Voz do Povo"

Acrílico sobre duas telas sobrepostas

100 cm x 80 cm

2009

Sara Vieira

publicado por Sara V. às 01:17

link do post | comentar | favorito
|

A inauguração...

Fotos da inauguração da última exposição do ano em que participei, que teve lugar no passado sábado, na Galeria Municipal de S. Brás de Alportel (Algarve). Momentos para mais tarde recordar...

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por Sara V. às 01:09

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 1 de Dezembro de 2010

Exposição no Algarve

 

No próximo dia 4 de Dezembro, por volta das 16 horas, na Galeria Municipal de São Brás de Alportel, Algarve, inaugura-se mais uma exposição colectiva de Pintura do Grupo Da Vinci, com curadoria de Kim Molinero, em que eu, Sara Vieira, participo.

Mais uma e desta vez em terras do Sul! Com 23 artistas plásticos a exporem.

"ALPORTELARTE'10" estará patente ao público até dia 30 de Dezembro.

Já sabem, como sempre, estão convidados para o porto de honra. Caso nesse dia não vos dê jeito, têm um mês para visitar... se passarem por aqueles lados.

publicado por Sara V. às 02:47

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 27 de Novembro de 2010

Exposição colectiva no Marvão

 

É com prazer que anuncio voltar a expor no Marvão - terra pela qual me apaixonei -, na Casa da Cultura. Desta vez, integrada numa exposição colectiva do Grupo Da Vinci e Expo'Arts Molinero, já que em Agosto (como sabem) lá expus individualmente...

Poderão ver obras de 18 artistas plásticos.

 

Assim, a nova exposição colectiva de Pintura "Marvão" estará patente ao público de 2 de Dezembro de 2010 a 31 de Janeiro de 2011.

 

Como sempre, estão convidados a passar por lá...

 

P. S. - A obra mais à direita do convite é minha (de Sara Vieira)

publicado por Sara V. às 22:20

link do post | comentar | favorito
|

Nota de imprensa sobre a expo internacional "200 años después"

Exhiben en Los Ángeles la muestra binacional “200 años después”

en el SHOW/Notimex | 24 de November, 2010 - 16:08
 
  

Integrada por obras de 19 artistas de México y España, que presentan su visión de lo que estos capítulos de la historia han significado para estas dos naciones, la colectiva “200 años después” fue llevada a Los Ángeles, California, por el Instituto de Cultura de Baja California (ICBC).

La muestra, que forma parte de los festejos por el Bicentenario del inicio de la Independencia y el Centenario del inicio de la Revolución mexicanas, estará vigente en las oficinas del Consulado Mexicano en los Ángeles hasta fin de año.

Su estancia en ese país se debe al patrocinio del gobierno del estado de Baja California, con la colaboración del Consejo Nacional para la Cultura y las Artes (Conaculta) y el consulado mexicano en Los Ángeles.

Esta muestra proyecta el trabajo creativo de artistas de la plástica de Baja California, como Álvaro Blancarte, Rubén García Benavides, Carlos Coronado Ortega, Ruth Hernández, Ignacio Hábrika, José Carrillo Cedillo, Manuel Aguilar, Manuel Luis Escutia, así como el joven artista tijuanense Alfredo Gutiérrez.

La participación internacional corre a cargo de los creadores españoles Almudena Pintado, David Chapman, Katia Muñoz, Manuel Parra Bernabeu, María José López Portland, Mercedes Daza, Oscar Corcino Carballo, Teodoro Nieto Antón y Vanessa Ateca, a quienes se les suma la portuguesa Sara Vieira.

Eduardo Quintero, encargado del Área de Artes Plásticas del ICBC, destacó la importancia del artista Ignacio Hábrika en la creación de esta muestra, ya que fue él quien presentó la propuesta a Ángel Norzagaray Norzagaray, para realizar esta exposición que intenta plasmar diversas visiones del legado de ambos movimientos armados.

“Ignacio Hábrika, de una manera personal comenzó a moverse en España, exhibir, intercambiar y conocer gente de allá, a raíz de esto fue que pensó y llegó a presentarle la propuesta al director del Instituto de Cultura, para que creadores de España exhiban aquí en Mexicali, entonces coincide con los eventos para festejar el Bicentenario y el Centenario”, afirmó.

“200 años después”, es una muestra del intercambio cultural que se busca promover en la entidad, llevando el trabajo de los artistas locales a otras partes del mundo y trayendo al país visiones y tendencias de la plástica internacional.

La exposición fue inaugurada por primera vez en septiembre de 2010 en la ciudad de Tijuana, posteriormente se lleva a las oficinas del consulado mexicano en Los Ángeles, donde permanecerá hasta fin de año.

El encargado del Área de Artes Plásticas del ICBC, indicó que se trata de obras que “tienen de alguna manera relación con el tema de los 200 años de la Independencia de México y ellos lo reflejan de manera abstracta o de manera muy figurativa, y todas las imágenes nos hablan de una forma dramática o muy festiva y nos hacen ver las distintas perspectivas acerca del proceso de Independencia en México.”

Eduardo Quintero agradeció el apoyo del Conaculta para mostrar al público y la comunidad artística de California esta exposición que presenta dos de los episodios más importante de la historia de México.

Luego de su estancia en el país estadounidense, “200 años después”, se exhibirá en el Centro Estatal de las Artes en la ciudad de Mexicali. En abril, la exposición viajará a España y estará presente en la Galería de Arte y Diseño Patricia Muñoz, en Barcelona

 

 

PODEM VER AQUI: http://enelshow.com/news/2010/11/24/42613

publicado por Sara V. às 22:15

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 15 de Novembro de 2010

Em LA (EUA)

 

 

A exposição internacional de pintura "200 Años después", que já passou pelo México, vai inaugurar-se agora em Los Angeles (EUA), dia 19 de Novembro, no Consulado do México naquela cidade norte-americana.

A inauguração será pelas 19h de lá.

E como sabem, sou a única artista portuguesa a participar neste evento que passa por 3 países (México, EUA e Espanha).

Se estiverem em LA nessa data, já sabem, dêem um pulinho! Aposto que vai valer a pena, todos os outros artistas participantes (mexicanos e espanhóis) são de grande qualidade e têm obras que merecem a visita.

publicado por Sara V. às 01:01

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quinta-feira, 21 de Outubro de 2010

CERCIMA visitou Salão de Artes Plásticas de Outono de Alcochete

 

 

 

   

 

   

 

   

 

   

 

 

O Luís Fernando Graça, da APARTIS, entidade que organizou o 1º Salão de Artes Plásticas de Outono de São Francisco (Alcochete), e em que cerca de 80 artistas participaram (incluindo eu, com muito orgulho) deu-nos esta excelente notícia:

 

"Hoje, dia 20 de Outubro de 2010, o 1º Salão de Artes Plásticas de Outono de São Francisco - Alcochete, teve a visita dos alunos da Cercima, o que nos deixou felicíssimos. Foi uma honra receber estes alunos neste salão, são visitas como estas que dão luz aos nossos projectos.

CERCIMA - Cooperativa de Educação e Reabilita...ção do Cidadão Inadaptado de Montijo e Alcochete, C.R.L.
Morada : Rua D. Nuno Álvares Pereira nº 141 2870-097 Montijo
Telefone: 212308510
Fax: 212308511
Email: secretaria@cercima.pt
Website: http://www.cercima.pt/


A Cercima presta serviços em diferentes domínios de intervenção para capacitar pessoas com diversidade funcional na defesa do direito da igualdade de oportunidades.

Foi preparado um pequeno lanche e a visita foi demorada e as obras bem observadas. Futuramente, o APARTIS - Movimento Multicultural de Artistas e a Junta de Freguesia de São Francisco - Alcocchete, espera poder interagir com algumas iniciativas nas áreas de artes plásticas afim de ajudar-mos a levar a ARTE dos alunos das CERCIMA a todos os locais de Montijo e Alcochete.

O APARTIS - Movimento Multicultural de Artistas agradece aos monitores da CERCIMA que se deslocaram às instalações do Espaço Cultural de São Francisco - Alcochete a deslocação ao 1º Salão de Artes Plásticas de Outono de São Francisco - Alcochete."

Excelente, não acham?

Mesmo que ninguém venda uma única obra, já valeu a pena todo o esforço que ele e a APARTIS fizeram! E penso que os outros artistas que lá estão expostos, tal como eu, concordam comigo, porque a Arte neste País tem dificuldade em chegar às pessoas e as pessoas à Arte. E quando se dá o encontro das pessoas com a Arte é uma alegria.

Estamos em crise e fartos de ouvir dizer que gostam do nosso trabalho e continuarmos sem o vendermos ou então a vender pouco... É do conhecimento geral. Mas momentos como este, em que pessoas especiais tiveram a oportunidade de viajar por um Mundo livre (que é o da Arte), conhecerem-no e experienciarem-no sem serem consideradas diferentes e sem ficarem indiferentes é um momento mágico.

Sem dúvida.

A nossa exposição proporcionou-lhes um dia diferente, tal como eles (da Cercima) também nos proporcionaram um dia mais feliz. Pelo menos, ambas as partes combateram a pobreza de espírito, já que a outra pobreza parece ter vindo para ficar por uns bons tempos, infelizmente.

Obrigada à Cercima, à APARTIS e ao Luís Graça!

publicado por Sara V. às 03:01

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 13 de Outubro de 2010

Fotos do I Salão de Outono de Artes Plásticas

 

Como sempre, aqui vos deixo as fotos do I Salão de Outono de Artes Plásticas de S. Francisco (Alcochete), organizado pela APARTIS e cuja inauguração teve lugar no salão nobre da Junta de Freguesia de São Francisco no passado dia 9 de Outubro.

Uma inauguração muito concorrida, já que o espaço mal chegou para a participação em peso da comunidade artística... Muito bom.

Se ainda não viram, podem visitar esta exposição de Pintura - Desenho - Fotografia - Escultura e Instalação... ainda vão a tempo!

publicado por Sara V. às 23:27

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quinta-feira, 7 de Outubro de 2010

I Salão de Artes Plásticas de Outono

 

Estão convidados para a inauguração do1º Salão de Artes Plásticas de Outono, no próximo sábado, dia 9 de Outubro de 2010, pelas 16.30 h, no salão nobre da Junta de Freguesia de S. Francisco (Rua da Sociedade nº. 299, 2980-326 Alcochete).

Apareçam! Vão poder ver o meu trabalho e o de muitos mais artistas...

 

Esta exposição foi organizada pelo APARTIS - Movimento Multicultural de Artistas, e apresenta obras de quase 80 artistas nas modalidades de Pintura, Escultura, Desenho e Fotografia.

Estará patente ao público até dia 31 de Outubro, de 2ª a 6ª no horário de expediente da Junta e sábados e domingos das 15h às 17h.

 

publicado por Sara V. às 15:24

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 6 de Outubro de 2010

Fotos de Samora Correia

Estas são as fotos da inauguração da exposição colectiva de pintura "SAMOR'ART", no Centro Cultural de Samora Correia, dia 5 de Outubro de 2010.

A exposição ficará patente ao público até dia 13 de Novembro... e vale bem a pena visitar!

publicado por Sara V. às 09:00

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Terça-feira, 5 de Outubro de 2010

Inauguração da exposição no México

Inauguração da exposição colectiva de pintura internacional "200 Años después", em Tijuana (Baja California), México, em que participei com uma obra. Sim, aquela que agora está a decorrer no México, depois irá para Los Angeles (EUA) e mais tarde para Barcelona (Espanha), com obras de artistas mexicanos e espanhóis e em que fui a única artista portuguesa a participar... Aconteceu no dia 28 de Setembro de 2010 e correu assim...

Mais uma vez, obrigada Ignácio!

publicado por Sara V. às 23:56

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sábado, 2 de Outubro de 2010

SAMORA ARTE

No próximo dia 5 de Outubro, sábado, por volta das 17h inaugura-se a exposição colectiva "SAMORA'ARTE", no Centro Cultural de Samora Correia, que estará patente ao público até ao dia 13 de Novembro. Às 17.30h um pianista tocará algumas músicas. Irá haver um Porto de Honra.

E como participo com duas obras, gostaria de vos convidar.

Assim, considerem-se convidados!

A vossa presença é sempre motivo de alegria.

Conto convosco!

 

Alma Ibérica II / As fronteiras do Iberismo

100 x 81 cm

Acrílico sobre tela

2010

Sara Vieira

 

A voz do Povo I

100 x 80 cm

Acrílico sobre tela (duas telas sobrepostas)

2009

Sara Vieira

publicado por Sara V. às 12:07

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 23 de Setembro de 2010

Grande exposição internacional "200 Años después"

Tenho uma novidade excelente.

Fui convidada pelo meu amigo e pintor mexicano consagrado, Ignácio Hábrika, a participar numa grande exposição internacional de franca projecção. A exposição a que me refiro intitula-se "200 Años después" e acontece por ocasião das comemorações do Bicentenário da Independência do México.

Para esta exposição foram convidados alguns pintores mexicanos e espanhóis, dada a proximidade histórico cultural que inevitavelmente os une.

Pois, foi com grande honra que aceitei estar presente neste evento que irá atravessar 3 países - México, Estados Unidos e Espanha - e que represento a nossa nacionalidade, uma vez que sou a única portuguesa a participar.

 

E é já dia 28 de Setembro de 2010 que será inaugurada a exposição.

 

Deixo-vos imagens de como será a exposição, das obras e dos autores. Espero que gostem. Na minha humilde opinião, está bastante interessante e sem dúvida com muita qualidade.

E eu estou muito entusiasmada!

 

 

 

Desde já o meu agradecimento e amizade para Ignácio Hábrika e também para o Instituto Cultural da Baja California (Mexico) pelo convite e pelo excelente trabalho que fizeram.

 

Datas de inauguração da exposição "200 Años después":

- 28 de Setembro de 2010 -  Galería Principal del Instituto de Cultura de Baja California, Tijuana B.C., México

- 19 de Novembro de 2010 - Consulado do México em Los Angeles, California, Estados Unidos.

- 19 de Abril de 2011- Galería de Arte Patricia Muñoz, em  Barcelona, Espanha.

 

A doscientos años
Para América, Iberia dejo hace mucho de ser la casa solariega, como a la inversa también dejamos de ser cuerno de la abundancia. El pasado quedó diluido en el recuerdo y el presente se exalta presuntuoso ante la libertad que nos hermana.
R.R.

"Una conquista brutal, un sometimiento bárbaro y depredador que diezmó una cultura ancestral para forjar otra colmada de sueños y esperanzas. Tres siglos de opresión y colonialismo fueron más que suficiente; sin embargo, es imposible desdeñar alcances y progresos como bases firmes de una nación que ya se percibía orgullosa y libre. Aún tasada la historia en esa línea y a pesar de que toda revolución es un conflicto por el poder, una senda de tragedia y contradicciones con la esperanza del cambio, una lucha fratricida, un fuego incontrolado que devora; los peninsulares (los menos), los criollos, mulatos y mestizos decidieron redimirse del ibérico.
La independencia de México fue un proceso decantado en el tiempo, que surgió entre estertores sociales provenientes de silenciosas tomas de conciencia sobre la forma de ser y estar en el mundo. Por un lado el hartazgo a la sumisión y la pobreza, la efervescencia popular en busca de nuevos derroteros y por otro, el sentido de oportunidad histórica de las clases dominantes que al vislumbrar un destino trascendente y común sobre la topografía de la cotidianidad, llenó de fervor a personajes diversos de nuestra vida pública y tomaron decisiones inextinguibles a pesar de consumirse su existencia.
En 1810, Argentina, Colombia, Chile y Venezuela, se embarcarían también en la aventura de conformar el futuro bajo su propio riesgo, con un sólo convencimiento, al igual que México, emanciparse ante el único derecho inalienable de ser libres.
Al correr de los años los enconos perdieron su aspereza, no podía ser de otra manera si el hombre nuevo ─producto de aquel asedio y sumisión─, lleva en su sangre la del conquistador y el conquistado. Hoy (2010), a doscientos años de distancia un puñado de pintores mexicanos y españoles une sus apuestas plásticas en un léxico cromático plural y propositivo, no para rememorar rencores o nostalgias sino para celebrar el derecho impostergable a la igualdad.
200 años después, es el título de la muestra que da pie a estas letras. Un exposición heterogénea, pluritemática y eminentemente retiniana, que parece buscar reivindicarse con el presente en un juego coincidente con lo que se pretende conmemorar y esto, me parece una propuesta que la valida, que le da una razón de ser, sobre todo en la medida consciente de lo que ella (la exposición y la remembranza) significan para sus autores.
Una obra gestada en la pluralidad y la concordia. Inmersa en un expresionismo que se regodea entre la figuración y la abstracción como un eco nostálgico de aquellas vanguardias signadas por el cambio, de aquellas avanzadas estéticas que desordenaron los parámetros creativos, anteponiendo todo por una búsqueda de franca libertad expresiva. Aquí hay reminiscencias de ello, es inobjetable, pero encontramos también un convencimiento de lo inconmensurable que puede ser la plástica, si a ésta le antecede la búsqueda constante, el cambio y la franqueza.
Por un lado, encontramos una línea de artistas que singularizan sus obras con perspicaces narraciones, que a base de color y representaciones definidas, nos cuentan sus historias y las proponen para el que las observe, las coloque en el rincón que le plazca de su consciencia. La diversidad de sus propuestas las veremos individualizadas por la forma en que encaran la realidad y su contexto, por el libre albedrío y por la manera en como generosamente su imaginario lo exponen al capricho de nuestras reflexiones.
Oscar Carballo (Buenos Aires, Argentina, en 1955), reside actualmente en la Coruña, España. Si bien la obra de Carballo que forman parte de la muestra circunda en la figuración, esta se resuelve en una estilización que no se contrapone a su atmosfera indefinida, cuya paleta de complementarios y primarios cabalgan en una analogía casi perfecta. La fuerza abstracta que deja sentirse en estas piezas, son la base sólida de un ejercicio sobrio, más amplio, en el que el autor avezado ejemplifica el conocimiento cabal que posee del equilibrio de formas, sombras y colores.
Ignacio Hábrika (Mexicali, Baja California, México, 1953), la obra sugerente de este artista bajacaliforniano comprometida, casi en su totalidad, con la neofiguración, se aferra cada vez con más frecuencia a la síntesis, a lo elemental del motivo, de tal forma que suelen ser suficientes las sombras, contornos y perfiles para proponer multitudes o solitarios personajes que comulgan con sus preocupaciones existenciales y apuntala sus inquietudes conceptuales (la de sus personajes y la suya propia) en una intensidad cromática que va signándole una huella fácil de identificar.
Sara Vieira (Lisboa, Portugal, 1975), de los muchos contornos rollizos y anónimos que ha coloreado la artista y que cuestionan nuestras modas y modismos, así como la extensa fila de ilustraciones (que no por ilustrar deben ser menores obras de arte), llama la atención esta serie, con la que participa en esta muestra, compuestas por dos lienzos, dos historias enlazadas a modo de metáforas, que nos llevan de manera intensa de lo lúdico a lo formal, lo que permite al espectador integrar y conformar su propio anecdotario.
Manolo Escutia (México, DF., 1940), artista lúdico y penetrante, creador de una obra que mucha de las veces raya en el sarcasmo. Conoce la potencia del signo y el color y la emplea creando obras condensadas fuertemente robustecidas por el concepto. Lo icónico, resumiría, en la obra de Manolo es el contrafuerte de un trabajo esquemático, intelectualizado y mordaz, que intencionadamente no requiere de tantos elementos para dejarle al espectador una ruta abierta a la elucidación (y al compromiso, porque no).
María José López (Barcelona, España, 1967), hay en el desnudo que pinta esta artista un dibujo trémulo de fondo, que coloreado con aparente desdén oferta una obra crispante, reflejo, desde mi apreciación, de una personalidad en desasosiego constante. Puede que el título que la acompaña haya sido una excusa, que importa, la mayor de las veces son sobrantes del discurso pletórico que encierra la obra misma.
Manuel Aguilar (Mexicali, Baja California, México, 1940) con su mundo recurrente de caballos, toros y mujeres, muchas de las veces esgrafiados sobre madera y las disposiciones frecuentes de colores análogos y encendidos, son los senderos recorridos por este artista que equilibra y matiza sus trabajos con la buena factura. Cierto es que no hay complejidad conceptual ni temática en esta obra templada en el oficio, como innegable también es que el arte para validarse como tal, requiera necesariamente de folclore, estridencias o intelectualismos.
Mercedes Daza (Granada, España, 1981), pinta con sencillez, esboza siluetas, las satura de colores planos y en esa economía de recursos, busca entablar la comunicación con el espectador y aquí, con este trabajo de la exhibición, ejemplifica el ejercicio explorando la figura femenina desde la bicromía y la simplicidad, sin más pretensión quizá que el goce estético.
José Carrillo Cedillo (México, DF., 1938), sería un fauve esplendoroso si viviese en los umbrales del siglo veinte, no obstante sin esa etiqueta (que por cierto le deja sin cuidado no endosársela) sigue sorprendiéndonos con el empleo lumínico de su paleta cromática; en ella, junto con la ironía, la parodia y la sensualidad resume su propuesta estética. En la obra de esta muestra tal vez no veamos esos atributos que antepongo, pero la estructuración del rincón de un espacio común y un tema cualquiera, con una paleta sin aprensión aparente por el color, será el vínculo, seguro estoy, que mantendrá su obra en el recuerdo.
Manuel Parra Bernabéu (Oliva, Valencia, España), cierto que las obras de este autor construidas con una mezcla variada de colores vibrantes, siluetas delgadas y elásticas, con vestidos rectos o de holanes, sedosos y brillantes, coronadas invariablemente de un sombrero, que revelan el encanto del glamour, nos trasladan al limbo nostálgico de los años veinte; sin embargo, en esta pieza alejada de los subterfugios y ruidos de la moda, encontramos la tibieza de una realidad subjetiva colmada de buenas intenciones. El arte es así de generoso.
Ruth Hernández (Hermosillo, Sonora, México, 1933), entre exploraciones figurativas y abstractas ha ido construyendo su biografía plástica. En las obras de esta muestra realizadas con cierto desenfado compositivo, la recuperación de la referencia no parece plegarse a condicionamientos decorativos, pero sí rubrican un pronunciamiento por el querer decir, una preocupación que se la endilga desenfadadamente al que la observa. La trama por enlazar el pasado con el presente le da también un sentido característico a su trabajo, recurso interesante que tal vez afirma su apuesta representativa.
Katia Muñoz (Perú), radica en Barcelona, una artista versátil, según antecedentes, que en esta ocasión habilita un lienzo con nopales como para dar fe de una mexicanidad arraigada en la mítica creencia azteca de la vida eterna (considerada planta de la vida ya que aparentemente jamás muere, puesto que al secarse puede dar vida a una nueva planta) y que en irónica correspondencia, mientras España conquista México, esta cactácea conquista el Mediterráneo. Es muy probable que esté alejado de la intención temática de la autora, pero la obra posee suficientes elementos para justificarme aunque raye mi lectura en el equívoco.
Alfredo Gutiérrez (Tijuana, Baja California, México, 1982), el artista más joven de la muestra, es el responsable de una obra preñada de anécdotas urbanas. Las escorias citadinas y los lugares sórdidos han sido recursos habituales con los que ha ido conformando su discurso plástico. Pintor de lo patibulario, vergonzoso y real de una sociedad consumista, egoísta y depauperada, da cuenta con su plástica de las necesidades del cambio y de lo forzoso de corregir nuestras negligencias. Autor que en espera de la madurez y un devenir fructuoso, seguirá sorprendiéndonos por sus alcances. Que así sea.
Dos paisajistas forman parte de la exhibición, Teodoro Nieto Antón (Ayllón, Segovia, España, 1944) y Rubén García Benavides (Cuquío, Jalisco, México, 1937). Nieto Antón, con un empleo del color y una forma compositiva arraigada en la academia da muestra de un conocimiento sustantivo de la realización del paisaje y no es necesariamente el detalle el que fuerza a la contemplación de la imagen, es la pincelada amplia resuelta con maestría la que invita al disfrute. Mientras por otro lado, los planos horizontales, las estructuraciones sintetizadas que son la médula del paisaje de García Benavides se solazan en color, al tiempo que se alejan la realidad mimética para ofrecernos panoramas franqueados por senderos, autopistas y mujeres (Marianas) en una concordancia neorromántica franca, que nos conmina a ver y entender a la naturaleza rebasando la esfera de lo inconsciente y de lo racional, oponiéndose ─a la vez─ a la separación entre razón y sentimiento, entre lo real y lo irreal.
Dos pintores con miradas y abordajes distintos, convencidos, seguro estoy, de que por el espectáculo bucólico han transitado infinidad de pinceles que han detenido la mirada en un paraje cualquiera del planeta (desde el intrascendente intersticio hasta el horizonte esplendoroso), pero seguros también que siempre la mirada acuciosa y propositiva adosa a la realidad su distintivo; de ahí, lo espléndido del género todavía.
Por el otro lado está la contraparte, los informalistas que persiguen otros derroteros. La abstracción, que como en todo arte silente (sin ecos de historias que narrar), no imita y rechaza lo anecdótico; la vemos en esta muestra dotada de sus propias significaciones. Validándose en el equilibrio de las formas, en la temperancia del color, en el gozo de los espacios sin entradas ni salidas, abarcándolo todo como para no dejar dudas de sus imperativos. Veamos:
Vanessa Ateca. (Éibar, Guipúzcoa, España, 1974) creadora de una obra vital que se recrea entre la gestualidad y las atmósferas tempestuosas, que apuesta a las alusiones como un medio para liberar al imaginario de las visiones ordinarias. Es una generadora de sugerentes intersticios y ranuras, de ambientes etéreos y sólidos, de universos únicamente comprometidos con las insinuaciones.
David Chapman (Penarth Wales, Reino Unido, 1946), que radica actualmente en Málaga, España, es autor de obras alejadas de sermones, fábulas y narraciones, que como un orfista sustituye gradualmente las imágenes de la naturaleza por formas lumínicas de color. Así, desde los estratos y sedimentos del entorno, toma sus formas caprichosas para recrear espacios silenciosos embebidos y copados de sugerencias.
Almudoena Pintado (Benavente España, 1969), realiza un trabajo de estructuras ordenadas que se abren por todas partes hacia el espacio total del lienzo. Una obra compuesta de formas geométricas y lineales enriquecidas de volúmenes, que dan pie a un juego preciso de representaciones (mecánicas), como en la obra que compone esta muestra, que bien pudiese sugerir un engranaje del tiempo detenido. Una obra rigurosa sí, que atenúa su frialdad en la recreación precisa del claroscuro; juego paradójico y único, que permite valorar la simultaneidad de la luz, el tiempo y el espacio.
Carlos Coronado (México, D.F, 1945) y Álvaro Blancarte (Culiacán, Sinaloa, México, 1934). Ambos matéricos, uno que da riqueza táctil a la forma y otro que esgrafía entrecruzamientos de líneas para remarcar insinuaciones. El primero se regocija en la estridencia, en tanto el otro, insiste en la mesura del color. Los dos conocen los alcances de las tonalidades y texturas, como claras también ─para ellos─ resultan sus limitaciones. Uno y otro han navegado en la figuración emblemática, han apostado por ella y logrado hacer resplandecer sus pesquisas; sin embargo, el abstraccionismo explorado desde ópticas radicales, les ha permitido demostrar también, que estas maneras personales de encarar la no-figuración, al igual que sus colegas españoles, los hace meritorios de reconocimiento a pesar del concurrido y dilatado camino transitado por esta añeja tendencia plástica.
Creo pertinente aclarar que aún cuando en las reminiscencias de los títulos propuestos por sus autores encuentras ecos de historias manifiestas, no hay nada de ellas; los trabajos son ─para bien de los sentidos─ mundos silenciosos, que se solazan en el croma, los planos y las formas.

Trabajos todos ─abstractos y figurativos─ que reivindican la pintura como una expresión que realizada con instrumentos del ayer, incluso con el recurso del truco representacional, tiene aún bastante que decir. Pretexto tal vez, pero que de alguna manera también exige por un lado y reafirma por otro, su espacio en la contemporaneidad.
Una muestra concreta ─señalaría finalmente─, repleta de buenas intenciones, que de ninguna manera subsanan un pasado cruento, como tampoco justifica el ignorarlo; no obstante, los hijos de los hijos de aquel pasado infausto, se reúnen aquí en un acto fraterno como muestra de tolerancia y respeto; valores imponderables e imperativos de toda sociedad que se jacte ser honesta, imparcial y solidaria.
Roberto Rosique

Roberto Rosique (Cárdenas, Tabasco, México, 1956). Artista visual, Catedrático fundador de la Licenciatura en Artes en la Universidad Autónoma de Baja California. Autor de La otra realidad, fotoplástica, editado por CNCA/CECUT, (1997). Compilador de Letras para un amigo, IMAC, (1998). 30 Artistas Plásticos de Baja California, CNCA/CECUT, (1998). El Último Instante (Cuento y dibujos) CECUT/IMAC, (2000) y Los Rostros del Oficio, (dibujos de 60 artistas del Estado) ICBC/FOECABC, (2001). Hacedores de Imágenes (Plástica bajacaliforniana contemporánea), textos críticos, CECUT, ICBC, IMAC, UABC, (2004)."

 

 

publicado por Sara V. às 01:49

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quarta-feira, 22 de Setembro de 2010

Apresento-vos a minha nova obra

"A Voz do Povo II"

120 cm x 100 cm

Acrílico sobre tela (duas telas sobrepostas)

2010

Sara Vieira

 

Alguns pormenores...

(visto mais ao longe)

 

 

 

 ("Eles comem tudo

Eles comem tudo

E não deixam Nada")

 

P. S. - Assim que tiver melhores fotos prometo que substituo

publicado por Sara V. às 07:39

link do post | comentar | favorito
|

Com o Marvão no coração...

 

"Marvão"

80 cm x 60 cm

Acrílico sobre tela

2010

Sara Vieira

 

Alguns pormenores...

 

 

 

 

* Esta minha obra, agora, faz parte do acervo municipal do Marvão.

Terra onde tive, a convite da Casa da Cultura, uma exposição individual durante todo este mês de Agosto e que fiqiuei a conhecer... Onde tive a oportunidade e o prazer de passar uns dias.

O Marvão é simplesmente lindo, pitoresco, um pedacinho de terra, um castelo plantado no céu... Eu e a família apaixonámo-nos completamente por tamanha beleza...

Todos os portugueses, pelo menos, deviam conhecer... Vale mesmo a pena!

 

 

Aqui ficam algumas fotos das nossas mini-férias no Marvão, no fim de Agosto...

 

E desde já quero agradecer a hospitalidade, amabilidade e toda a gentileza com que a Câmara Municipal, particularmente a Casa da Cultura, nos acolheu. Trouxemos, de verdade, o Marvão no coração!

publicado por Sara V. às 07:36

link do post | comentar | favorito
|

E aproveito para dizer...

Que na exposição "Trajectórias do Olhar", que teve lugar na Ericeira de 4 a 17 de Setembro vendi uma das minhas obras que mais gosto... Vendi o "Alma Ibérica".

 

VENDIDO

publicado por Sara V. às 05:12

link do post | comentar | favorito
|

Fotos da exposição da Ericeira

      

 

     

 

 

 

 

 

 

 

 

   

 

 

 

 

publicado por Sara V. às 04:56

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 2 de Setembro de 2010

Exposição de pintura na Ericeira

 

Exposição de pintura "Trajectórias do Olhar", na Galeria Orlando Morais / Posto de Turismo da Ericeira, de 4 a 17 de Setembro de 2010 (horário: das 10h às 22h, incluindo sábados , domingos e feriados).

 

Artistas: Célia Ribeiro, David Maciel, eduardo Abrantes, Kim Molinero e Sara Vieira

 

Inauguração com porto de honra no dia 4 de Setembro, sábado, às 17 h, na referida Galeria (Rua Eduardo Burnay, 46, 2655-370 Ericeira)

 

Fazemos todo o gosto em que apareçam!

publicado por Sara V. às 04:11

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 21 de Agosto de 2010

Exposição na Nazaré

Dia 21 de Agosto, sábado, inaugura a exposição colectiva "ART'INATA" no Forum Cultural da Nazaré, por voltas das 17 horas, em que participo.

Assim, estão todos convidados! Se não puderem comparecer, podem visitar a exposição até dia 26 de Setembro.

Certamente que os 36 artistas presentes fariam todo o gosto na vossa presença.

 

Já sabem... Não faltem!

 

Sara Vieira

publicado por Sara V. às 00:02

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 11 de Agosto de 2010

Continuando a dar na cafeína...

 Homem (café)

60 x 50 cm

Café sobre tela

2010

Sara Vieira

 

E um pormenor...

publicado por Sara V. às 10:00

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Terça-feira, 10 de Agosto de 2010

Fotos da ART'INOVA

Fotos da inauguração da exposição colectiva de Pintura e Escultura de Verão "ART'INOVA" na Galeria Mafalda D'Eça, no Monte do Estoril, no passado dia 5 de Agosto.

 

 

(Eu com o meu quadro "Queria ser o teu Tempo")

 

 

 

 

  

                                     

 

 

 

 

Acabámos a noite a pintar uma grande tela, todos juntos!

publicado por Sara V. às 15:01

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Quarta-feira, 4 de Agosto de 2010

ART'INOVA

 

Amanhã, dia 5 de Agosto, por volta das 19h, inaugura-se a exposição colectiva de Verão "ART'INOVA", resultante de uma parceria da Galeria Mafalda D'Eça com a Galeria Virtual Davinci e a ExpoArt's Molinero.

A Exposição de Pintura e Escultura, com 32 artistas plásticos, irá estar patente ao público até dia 30 de Agosto na Galeria Mafalda d'Eça, Av. Sabóia nº 914 D, Monte do Estoril.

 

Artistas em exposição:

a. mendes silva; alba simões; alda caeytano; aníbal madeira; antónio guimarães; armando magno; carlos ba...jouca; carlos mendes; carlos milhais; célina; fátima marques; francisco lacerda; gonçalo mexia; isa; isabel de sousa pinto; j. wanz; jorge nobre alves; kim molinero; laranjeira santos; lúcia lupenny; luz henriques; mafalda d'eça; margusta; maria oliveira reis; paulo canilhas; salvador dali; sara vieira; steinstrasser lisete; susana antunes; teresa frazão; tiago paço; xico fran

 

Apareçam!

 

 

publicado por Sara V. às 23:16

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 2 de Agosto de 2010

Bienal de Sesimbra 2010

                                                     

 

   

 

   

 

Memórias da inauguração da Bienal de Sesimbra 2010 (31 de Julho), em que este ano foi homenageado o Mestre Lagoa Henrique.

Eu, a família, os amigos pintores e os amigos que não pintam mas gostam de Arte e... são amigos!

 

 

publicado por Sara V. às 02:54

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Domingo, 1 de Agosto de 2010

Exposição individual no Marvão

 

Exposição “FEELINGS” de SARA VIEIRA

 

De 1 a 31 de Agosto de 2010, na Casa da Cultura do Marvão

 

Com a exposição “Feelings” a artista Sara Vieira leva-nos numa viagem ao seu universo, percorrendo diferentes cores e texturas, caminhando pelas suas imagens retidas ou imaginárias, numa panóplia de técnicas.

Pinta temas diversificados, retalhos do seu mundo, dos seus pensamentos, com um traço próprio e com alma ibérica. Afinal, “a Arte é a assinatura da civilização”, tal como um dia disse Beverly Sills.

A sua obra é marcadamente figurativa e considera-a intimista. Simples, com conceito e visivelmente com cunho feminino.

Privilegia o cromatismo e as emoções que este desperta aliado a certas composições e mensagens.

Tem como lema uma frase de Ralph Waldo Emerson - “Na Arte a mão nunca pode executar algo superior ao que o coração pode aspirar”.

Sobre Sara Vieira escreveu o pintor/escultor e curador Kim Molinero: “As suas obras figurativas enaltecem as emoções criando um Mundo de ilusões contemporâneas. O impacto do que cria e a estética da composição são de uma sensibilidade e emotividade que nos dá na alma o «sentir» de uma artista com grande futuro artístico.

 

Fico à espera da vossa visita!

 

P. S. - O meu agradecimento à Autarquia e Casa da Cultura do Marvão pelo convite que me fez.

publicado por Sara V. às 06:34

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 29 de Julho de 2010

Bienal de Sesimbra

 

Sesimbra Art Spaces
Bienal Internacional de Artes Plásticas

 

Inaugura este sábado, dia 31 de Julho!

 

A Bienal Internacional de Artes Plásticas volta a reunir perto de uma centena de artistas de todo o mundo que apresentam em vários espaços públicos do concelho obras de escultura, cerâmica, pintura, desenho e joalharia. Lagoa Henriques, um dos grandes vultos das artes em Portugal, é homenageando durante esta 5.ª edição.

Algumas das suas obras estão patentes no Átrio da Biblioteca Municipal. Organizada pela Câmara Municipal e pela Casa das Artes de Sesimbra, a Sesimbra Art Spaces já conquistou um lugar de destaque no roteiro das exposições de arte no nosso país, permitindo divulgar estes trabalhos junto de milhares de pessoas e, simultaneamente, valorizar o espaço público do município.

 

Pintura
• Albino Moura, Ana Correia, Ana Godinho, Ana Maria Malta, Ana Rita Pires, Anabela Marques, António Ratinho, António Moreira, Berta Simões, Conceição Rosa, Denise, Dina de Sousa, Diogo Navarro, Doumar, Eduardo Nascimento, Eunice Lopes, Fernando Infante do Carmo, Francisca Sevilhano, Francisco Oliveira, Gabriela Eufrazia, H. Mourato, Helena Leitão, Henrique Tigo, Henrique Gabriel, Hugo Tomás, Isabel Jesus Duarte, João Feijó, Joaquim Caeiro, José Raimundo, Júlio Alves, Kim Molinero, Linda de Sousa, Lopes de Sousa, Lucinda Marques, Luís Sousa, Manuel Martinho, Márcio Bahia, Margusta, Marita Vaskov, Mitó, Mónica Nogueira, Nicolau Campos, Niurka Bou, Nuno Quaresma, Patrão Beliz, Pé-Leve, Pedro Oliveira, Pedro Batista, Raonel, Rita Vargas, Roberto Bassani, Sara Vieira, Sónia Coelho, Umbelina Ribeiro, Valery Vaskov, Vítor Alves, Vítor Lages.

 

Cerâmica
• Maria de Lourdes Brites, Diogo Rosa, Eduarda Filhó, Elsa Gonçalves, Filipe Belo e Sónia Figueiredo, Noémia Cruz, Rinoceronte.

 

Escultura
• Abílio Febra, Aissa Ikken, Alberto Trindade, Artur Nogueira, Beatriz Cunha, Carlos Bajouca, Carlos Madeira, Carlos Marreiros, David Oliveira, Eduarda Prudêncio, Hélio Oliveira, Fernando Antunes, Hans Varela, Isaías, Janic, João Antero, João Limpinho, Manuel Pinto, Maria José Letras, Maria Karma, Michele Cairic, Moisés Preto Paulo, Mónica Funk, Stefano Becari, Vítor Brotas.

 

Joalharia
• Bruno Precatado, Cristina Carvalho, Jão Claro.

 

Desenho
• Carlos Amado, Lagoa Henriques, Luz São Miguel, Manuela Marques, Renato Rodinero, Ruanito.

 

Castelo de Sesimbra
todos os dias, das 7 às 20h
Biblioteca Municipal de Sesimbra
de terça a sexta, das 9.30 às 19h
sábados, das 10 às 18h
Auditório Conde de Ferreira,
Sesimbra
de segunda a quinta, das 14 às 17.30h
sextas, das 14 às 17.30 e das 21 às 24h
sábados, das 21 às 24h
domingos, das 16 às 19h
Fortaleza de Sesimbra
de segunda a quinta, das 14 às 17.30h
sextas, das 14 às 17.30 e das 21 às 24h
sábados, das 21 às 24h
domingos, das 16 às 19h
Av. 25 de Abril
(Marginal de Sesimbra)
Org.: CMSesimbra e Casa das Artes de Sesimbra

 

Entrada gratuita em todos os espaços

 

 

Texto de Apresentação da 5.ª edição da Sesimbra Art Spaces
Tornar a cultura acessível aos munícipes e a todos aqueles que visitam o concelho é uma ideia que a Câmara Municipal tem posto em prática nos últimos anos, das mais diversas formas. Iniciativas como as Conversas ou os Concertos na Capela, que para além de oferecerem excelentes palestras e momentos musicais levam o público a conhecer o magnífico exemplo de preservação do património que representa a Capela do Espírito Santo dos Mareantes, assim como o seu valioso espólio de Arte Sacra, ou as Jornadas Medievais, que para além da música permitem o usufruto de um cenário único que é o Castelo de Sesimbra, são dois dos exemplos desse trabalho.
A Sesimbra Art Spaces, Bienal Internacional de Artes Plásticas de Sesimbra apresenta-se, contudo, como um dos momentos mais representativos desta linha estratégica. De dois em dois anos, perto de uma centena de artistas das mais variadas proveniências ocupa, com a sua arte, diversos espaços públicos do concelho, e aproxima-se assim de um público interessado, curioso, atento, que provavelmente de outra forma não teria acesso a estes trabalhos. O conceito de levar a arte e a cultura ao público ou facilitando a sua compreensão acaba por ser a imagem de marca da Bienal, que nesta 5.ª edição, para além das exposições de escultura, cerâmica, pintura, desenho e joalharia, presta uma merecida homenagem ao mestre Lagoa Henriques, nome cimeiro das artes plásticas em Portugal.
Importa lembrar que organizar um evento desta natureza implica uma logística complexa, só possível com a parceria da recém-criada associação Casa das Artes de Sesimbra e dos seus responsáveis que, nos últimos tempos, têm dedicado, de forma voluntária, todo o seu tempo para que a Bienal regresse ao município com obras que nos surpreendam e nos fiquem guardadas na memória. A todos aqueles que contribuíram para que Sesimbra possa continuar a contar com a Art Spaces, e a todos os artistas que mais uma vez se prontificaram a estar presentes, o nosso sincero agradecimento.

 

* A notícia saíu aqui: 

http://www.rostos.pt/inicio2.asp?cronica=201343&mostra=2&seccao=artes&titulo=Sesimbra-Art-Spaces-Bienal-Internaci

 

publicado por Sara V. às 19:21

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 28 de Julho de 2010

Da América Latina

"Alma Ibérica II" ou "As fronteiras do Iberismo"

100 x 81 cm

Acrílico sobre tela

2010

Sara Vieira

 

Pormenores...

 

 

 

 

 

Inspirada na História, nas relações entre povos, no cruzamento de culturas, na fusão da forma de estar nativa com a dos povos ibéricos (Portugal e Espanha), nos desertos em que muitas pessoas do Povo vivem... Inspirada no México, país da América latina, que este ano celebra o Bicentenário da sua Independência; inspirada nas fazendas do Brasil, nos rostos indigenas, criei esta obra. Esta obra onde me revejo na posição de interlocutora, de pessoa que reflecte. Nesta obra onde decidi perpetuar a imagem da minha filha mascarada de espanhola... Onde a Frida marca uma posição numa sociedade que se foi construindo e que ainda tem um longo caminho a percorrer... Onde a Frida simboliza a Arte que ultrapassa fronteiras.

Uma obra que tem para mim muito significado, por diversos factores.

Seguindo as cores do negro e vermelho que tanto marcam a forma de ser dos ibéricos mas salpicado de verde e de comida colorida que lembra o outro lado...

publicado por Sara V. às 10:00

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 21 de Julho de 2010

Pintura a Café II

E como um só quadro, uma só obra, uma só pintura, um só exercício não me parece que chegue... Ando a preparar uma pequena série de quadros de menores dimensões dos que por norma costumo fazer, a café. Exacto!

Aqui fica o segundo...

 

"Perfume de Mulher"

Café sobre tela

30 x 40 cm

2010

Sara Vieira

 

E alguns pormenores...

 

 

 

Não é uma técnica que confira grande exactidão mas sim impacto. Não funciona por traço mas sim por mancha, quase como se fosse a técnica do desenho realizado com a borracha por cima do fundo de carvão... mas com aguadas que fazem lembrar aguarela... E o resultado com cor café, chocolate, caramelo, sépia é muito interessante.

publicado por Sara V. às 01:32

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Pintura a Café I

Ando numa fase de experiências... De conhecer novas texturas, inalar diferentes aromas, provar outros sabores... Numa fase de exploração e descoberta...

Pensando bem, acho que ando sempre nessa fase! Afinal, a vida é curta para o que quero viver e fazer... Pena não ser como os gatos, só tenho uma vida... Portanto, há que correr!

Já dizia o ditado "parar é morrer" e nisto das Artes acredito, seriamente, que vou morrer muito antes de descobrir tudo. É, realmente, um mundo infinito de criatividade, materiais, técnicas... É outro mundo. Um mundo inteiro paralelo ao meu...

Bem, decidi experimentar pintar com café.

Café sobre tela.

Não é um processo que me apaixone, para ser franca, mas do qual muito aprecio o resultado final.

Ficamos com uma obra aromática, com um cromatismo único e muito natural e com um brilhooooooo..... Parece caramelo cristalizado...

Aqui fica...

 

"Mulher (café) I"

50 x 60 cm

Café sobre tela

2010

Sara Vieira

publicado por Sara V. às 01:20

link do post | comentar | favorito
|

Sara

pesquisar

 

Maio 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
18
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

Desta vez não pintei... f...

Depois... exposição na ga...

E foi assim a festa da AL...

Lançamento da ALL TO YOU ...

4º ARTEFLASH em "A Galeri...

4º ARTEFLASH na "A GALERI...

IV Feira d'Arte Contempor...

Exposição rumou a Sottevi...

Como foi a inauguração em...

Exposição em Paris

Até dia 23 de Abril...

Dia 31 inaugura na Galeri...

Exposição do Círculo Artí...

Em Montemor-o-Velho

Exposição Internacional d...

Em Beja

I Salão Internacional de ...

"Estou" no Brasil

II Feira d' Arte Contempo...

Espaço +

Ao redor do Touro II

Ajuda com a tua Arte as A...

Mais uma lembrança... (es...

Artshow 2011 na Fil... Mi...

Eu vou...

What do you want for this...

Os meus 10 x 15

Novo reconhecimento

Arte 10 x 15

O jantar de Natal de Arti...

Jantar de Artistas

Pelas Amigas do Peito

Excelente novidade

A inauguração...

Exposição no Algarve

Exposição colectiva no Ma...

Nota de imprensa sobre a ...

Em LA (EUA)

CERCIMA visitou Salão de ...

Fotos do I Salão de Outon...

I Salão de Artes Plástica...

Fotos de Samora Correia

Inauguração da exposição ...

SAMORA ARTE

Grande exposição internac...

Apresento-vos a minha nov...

Com o Marvão no coração.....

E aproveito para dizer...

Fotos da exposição da Eri...

Exposição de pintura na E...

na maleta

Maio 2016

Março 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Maio 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Outubro 2013

Dezembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Abril 2012

Março 2012

Novembro 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Locations of visitors to this page Estou no Blog.com.pt

links

tags

todas as tags

RESERVAD@S TODOS OS DIREITOS DE AUTOR (É proibida a reprodução total ou parcial dos meus quadros/desenhos/ilustrações sem a indicação expressa das autoria e proveniência)

favoritos

novamente...pico, pico! (...

Mulheres retratadas em gr...

RESERVAD@S TODOS OS DIREITOS DE AUTOR (É proibida a reprodução total ou parcial dos meus quadros/desenhos/ilustrações sem a indicação expressa das autoria e proveniência)
blogs SAPO

subscrever feeds