Domingo, 21 de Outubro de 2007

O desenho da figura humana

                  

 

A pedido de uma amiga - se bem que já tinha na ideia fazê-lo - vou, agora, dar algumas sugestões de livros para aprender a desenhar e a pintar. Mas comecemos pelo Desenho...

Na minha opinião, os livros do género «aprenda você mesmo» não deixam ninguém a desenhar e a pintar na perfeição, como é óbvio, porque as nossas próprias faculdades/vocações contam e de que maneira, mas para quem tiver interesse e não souber como começar ou quais os principais pormenores a ter em conta, podem, então, ser uma ajudinha. Além disso, conhecimentos apreendidos nunca são demais, não é?!

Assim, inicio o ciclo pelo DESENHO DA FIGURA HUMANA.

Este livro, cujas capa e contra-capa aqui poderemos ver, chama-se "O Desenho da Figura Humana sem Dificuldade", é da autoria de Burne Hogarth e publicado pela Evergreen (is an imprint of Benedikt Taschen Verlag Gmbh). A edição que vos mostro é de 1998, mas a original data de 1970.

ALGUNS EXEMPLOS DO QUE PODERÁ ENCONTRAR:

 

 

"Esta obra não é um curso intensivo de desenho, nem um conjunto de truques a decorar para poder desenhar figuras. Séries de desenhos, análises e textos bem concebidos ajudam-no a captar o corpo humano em movimento e a prendê-lo ao papel. O livro de Burne Hogarth oferece pela primeira vez um sistema convincente e completo que facilita o desenho do corpo humano."

 

"Aprenderá com este livro a:

- criar figuras, tal como os grandes mestres

- desenhar a figura humana como um corpo sólido tridimensional no espaço

- gerar a ilusão de plasticidade através da reprodução fiel das formas individuais do corpo humano

- representar o corpo humano em diferentes fases do movimento".

Pelo menos, com o presente livro, aprenderão a perceber melhor as proporções do nosso corpo, a conhecerem melhor a nossa figura.

 

Uma dica: comecem por utilizar uma folha de papel vegetal e tentem copiar uma imagem que vos agrade. Com este exercício, irão familiarizar-se com o traço, o percurso; irão adquirir uma noção mais real. De seguida, tentem fazê-lo sem a ajuda do papel vegetal e, depois, aventurem-se!

publicado por Sara V. às 16:22

link do post | comentar | favorito
|
14 comentários:
De Ohayo a 21 de Outubro de 2007 às 18:24
Olha uma excelente ideia! Obrigada pelas dicas. Se bem que eu sou mais curiosa do que artista...
De Sara V. a 22 de Outubro de 2007 às 14:18
De nada! Espero que as dicas tenham alguma utilidade:)

Soube-me bem a tua visita!

Bjs
De FELINO a 21 de Outubro de 2007 às 19:50
Muito bem dada a lição de desenho é isso mesmo. Nem um professor de desenho explicava tão bem. O\pormenor do papel vegetal realmente dá muito jeito e ficamos com a noção das escalas. Eu foi assim que aprendi a desenhar letras, ir às revistas de moda e desenhava os letrings com papel vegetal. Fiz centenas, hoje já no computador tenho muitos na cabeça que utilizo no meu trabalho. Outra coisa é começar a saber olhar, tudo o que nos rodeia faz-nos ver as coisas de maneira diferente, apercebemo-nos de coisas que nunca tínhamos visto e no entanto passávamos naquela rua todos os dias, outro conselho é andar com um caderno pequeno para tentar desenhar tudo o que vimos mesmo que seja apenas riscos horrorosos , mas com o tempo esses riscos passam a ser belos desenhos de esboço.
Gostei muito deste post basta ser da minha área.
De Sara V. a 22 de Outubro de 2007 às 14:21
Eu também fiz alguns em papel vegetal! E na escola, as primeiras noções da figura humana foram dadas com quadriculas, lembra-se (s-te)?! Na minha opinião, o mais difícil é a perspectiva e o movimento. Sendo que a primeira aprende-se observando com atenção e o segundo com muita prática!

Beijo
De Mamã Gansa a 22 de Outubro de 2007 às 13:13
Bem interessante. Gostei da dica do papel vegetal.
De Sara V. a 22 de Outubro de 2007 às 14:23
E o ciclo continuará. Segue-se o rosto.
Depois, com tempo, hei-de fazer o guache, o acrílico, o pastel, as texturas... E como começar uma tela.

Fica atenta.
Beijinhos
De juliana@hotmail.com a 7 de Outubro de 2008 às 23:13
eu nao gostei...
De Sara V. a 8 de Outubro de 2008 às 01:46
Existem muitas formas de fazer, de aprender... Mais traço, mais mancha, borracha, trabalhar o objecto/rosto/figura de cabeça para baixo, etc... São ideias. Cada um faz o que gosta, aprende como quer... Depende do que já consegue fazer ou não, do jeito, da vontade...
Respeito a opinião. É um ponto de vista...

De toda a 23 de Outubro de 2007 às 17:32
Desisti do tal curso , com as tuas dicas fico muito mais bem servida!!!!
Preferia ver os teus trabalhos, mas se não tens nada pronto, agradecemos as referências aos livrinhos.
Vou ficar atenta às recomendações que fizeres.
Beijocas
De Sara V. a 24 de Outubro de 2007 às 16:01
Ah, ah! Não desististe, pois não?!
Bem, tenho alguns desenhitos mas o quadro de que já falei está quase quase!
Os livritos e as dicas, pois, ainda haverá mais...
E prometi, também, a uma amiga, um post interessante: a explicação de uma tela desde o início. Vais gostar, embora não precises nada dessa liçãozinha:)
Beijinhos

P. S. - Adorei as tuas "Ilusões"
De iohannobosko gamalielo kokido a 24 de Julho de 2008 às 13:33
Sara,
Tudo bem??? gostei da trilha sonora!
Imagine você desenhar os ideogramas japoneses desprezando o significado de cada símbolo!
Imagine agora você fazer a leitura da forma sem um referencial léxico!
Quando desenhamos, nos apropiamos da energia cósmica e o fluxo se extende ao olhar do obeservador através do desenho; nele despertará emoções e em nós sensações do dever cumprido; a felicidade de sermos condutores dessa energia que pertence ao Grande Arquiteto do Universo.
O talento é a arte de identificar e colecionar essas centelhas divinas que generosamente foram espalhadas por aí. Não é fácil, mas temos prazer nisso!
O livro me parece muito bom,
gostario de examiná-lo!
bonan tagon,
iohannobosko
De Sara V. a 25 de Julho de 2008 às 14:51
Olá!
Concordo absolutamente com o que disse.
Eu sempre trabalhei muito com base na minha imaginação. Nunca fiz nada abstracto (mas hei-de experimentar). Contudo, o meu trabalho prende-se muito com cor e imaginário. Gosto de "contar histórias", de incentivar o pensamento e o sentimento através do olhar mas com o tempo apercebi-me que até para poder realizar a minha imaginação era inevitável perder tempo a observar a criação divina e praticar formas de a representar... Porque gosto de imaginar tendo como ponto de referência a realidade.
E são essas tais "centelhas" arrecadadas que geram a Arte e criam o artista. É aí que reside o talento e é por isso que nem todos são pintores, génios... Embora todos possam ter dons... E dons de diferentes naturezas e em diferentes graus...
Em breve publicarei outra sugestão de um livro sobre desenho da figura humana que achei tão ou ainda mais interessante que este. Uma vez que trata a representação da figura ao longo dos tempos e diferentes períodos (impressionismo, realismo, etc.) e diversos materiais (lápis, carvão, grafite, pastel, aguarela)...
Inté!
De Claudia a 10 de Novembro de 2010 às 15:20
Olá,

gostaria muito de comprar esse livro, onde posso conseguir???

obrigada
De Sara V. a 27 de Novembro de 2010 às 22:31
Olá, Cláudia!
Comprei na Fnac.

Comentar post

Sara

pesquisar

 

Setembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

Em Carcavelos

Galeria "TRAÇO" (Lisboa)

Desta vez não pintei... f...

Depois... exposição na ga...

E foi assim a festa da AL...

Lançamento da ALL TO YOU ...

Projecto da ALL TO YOU

O que "A Galeria" partilh...

4º ARTEFLASH em "A Galeri...

4º ARTEFLASH na "A GALERI...

"Portugal em Abril"

Criei uma nova página de ...

To Be Pop - série de dese...

IV Feira d'Arte Contempor...

IV Feira d'Arte Contempor...

E também em Almada... "To...

Ainda em Oeiras...

Desenhos e mais na Galeri...

Exposição rumou a Sottevi...

Como foi a inauguração em...

Exposição em Paris

III Feira d'Arte Contempo...

Minha obra é capa de livr...

VIII BIENAL DA VIDIGUEIRA

Até dia 23 de Abril...

Feliz Páscoa!

II Exposição Internaciona...

Dia 31 inaugura na Galeri...

E com 2012 novas pincelad...

À espera...

Da minha janela...

I wish...

Exposição do Círculo Artí...

Em Montemor-o-Velho

Fotos da inauguração de "...

Fotos da inauguração de "...

Alguns entre(tantos) colo...

Bem sei que tenho muito p...

Expo de Natal a favor da ...

Almoço de Natal do Círcul...

Almoço de Natal do Grupo ...

Jantar de Natal da Galeri...

A favor das Amigas do Pei...

E na Galeria Vieira Portu...

Exposição Internacional d...

Até dia 19...

Em Beja

I Salão Internacional de ...

"Estou" no Brasil

"Arte comPaixão"

na maleta

Setembro 2014

Agosto 2014

Maio 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Outubro 2013

Dezembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Abril 2012

Março 2012

Novembro 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Locations of visitors to this page Estou no Blog.com.pt

links

tags

todas as tags

RESERVAD@S TODOS OS DIREITOS DE AUTOR (É proibida a reprodução total ou parcial dos meus quadros/desenhos/ilustrações sem a indicação expressa das autoria e proveniência)

favoritos

novamente...pico, pico! (...

Mulheres retratadas em gr...

RESERVAD@S TODOS OS DIREITOS DE AUTOR (É proibida a reprodução total ou parcial dos meus quadros/desenhos/ilustrações sem a indicação expressa das autoria e proveniência)
blogs SAPO

subscrever feeds